Número total de visualizações de página

terça-feira, 24 de abril de 2018

Dia 03, de Astorga até Trabadelo

O dia amanheceu frio, e assim que saímos do albergue, fomos tomar o pequeno almoço pra aquecer um pouco. Começamos a pedalar e os primeiros 15km serviram de aquecimento para as pernas. Começamos depois a atacar a grande etapa do dia: a subida à cruz de Ferro. Escolhemos seguir pelo caminho de terra, apesar de o caminho recomendado para bicicletas ser pela estrada. Foi duro, tivemos de parar uma ou duas vezes, mas valeu a pena. O percurso era muito bonito, e ao longe, conseguíamos avistar as montanhas mais altas cobertas de neve. Depois de chegarmos lá ao alto, a sensação é de uma pequena vitória e também de saber que regressamos de novo a um sítio onde já deixamos a nossa marca. Voltamos a deixar a nossa pedra que transportamos no mesmo sitio  e depois da foto da praxe, seguimos caminho. Eu recordava-me da descida desde El Acebo até Mollina seca. Há 8 anos desci com atrelado, mas hoje, apenas de mochila às costas, demos espectáculo pela encosta abaixo! Os peregrinos que nos viam a descer até ficavam com os olhos em bico( muitos deles eram asiáticos :-).  Foi uma descida louca e chegamos cá abaixo todos inteiros!  Paramos para almoçar em ponferrada, e o calor começou a apertar cada vez mais.   Fizemos os restantes km até chegar a Trabadelo, onde encerramos o dia com 90km. Amanhã temos etapa Rainha!









Sem comentários:

Enviar um comentário