Número total de visualizações de página

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Dia 2 de Granja de Moreruela até Astorga

O dia hoje amanheceu frio, mas com sol. Saímos do albergue às 7.30 e fomos até ao bar tomar o pequeno almoço. Depois de tomar o pequeno almoço começamos o caminho. Tivemos logo nos primeiros metros que escolher: seguir por Sanabria ou Astorga. Tal como tínhamos planeado  seguimos por Astorga. Já fizemos esta parte do caminho francês, mas como o Joaquim é praticamente um estreante nestas andanças, achamos que o caminho francês iria dar lhe uma outra perspectiva sobre os caminhos de Santiago, diferente daquela que ele conheceu desde Sevilha até Astorga.  Depois de escolhermos o caminho, começamos a rolar a um bom ritmo  pois o terreno era praticamente plano. Quando tínhamos 30 kms já feitos, fizemos a primeira paragem do dia para um pequeno reforço, e também para esticar as pernas. Depois novamente no caminho, o calor começou a apertar, e as nossas botijas de água começavam a ficar vazias. Paramos para almoçar aos 60 km numa pequena aldeola chamada Quintana del Marco. Inicialmente paramos apenas para abastecer água numa fonte do caminho, mas encontramos um casal que ia à passar na rua, e perguntamos se havia algum sitio para comer, ao qual responderam que iam abrir o restaurante. Ali mesmo na rua, escolhemos o menu que queríamos  e a dona do restaurante fez-nos uma macarronada com carne picada que estava divinal. Após o repasto, voltamos novamente ao caminho e o calor apertava. Após alguns kms, passamos por um troço de caminho que era apenas cascalho solto. Esse foi o pior momento do dia. Foram uns 2 km feitos a muito custo, que acabou por contribuir para maltratar mais um pouco o traseiro  que já se começava a queixar. Os últimos 15 kms foram feitos a bom ritmo  apesar dos kms acumulados e do ligeiro plano inclinado do terreno. Acabamos por chegar a Astorga com 102 km.









Sem comentários:

Enviar um comentário