Número total de visualizações de página

domingo, 24 de abril de 2016

Dia 2- de Cornellana até campiello

A noite foi bem dormida, e pela primeira vez, não fomos os últimos a acordar. Na realidade, os outros peregrinos, ainda ficaram a dormir quando saímos. Apenas um saiu antes de nós.  
A saída do albergue deu início a uma etapa duríssima, que aos 15 km, já fazia com que as minhas pernas começassem a fraquejar. 
O resumo de hoje é simples. 
45 km, dos quais, 40 foram feitos no meio da lama, com subidas que nunca mais acabavam, e que em algumas delas, empurrar a bicicleta era um autêntico sacrifício.
Acabamos o dia desgastados mas o dia, pode ser considerado muito positivo, uma vez que devido ás dificuldade do terreno, até acabou sem problemas de maior. 
Nunca andei de bicicleta nestas condições, com a bicicleta completamente a fugir de traseira e a frente a ir para o lado contrário ao que queria. Neste dia, posso dizer que melhorei a minha técnica e habilidade na condução da bicicleta uns 200℅.
Hoje apesar das dificuldades do terreno, as paisagens foram o motivo de enormes sorrisos de satisfação. Por aqui, temos uma visão que nos rodeia algo imponente, belo, e que nos faz sentir pequeninos.
Rodeados de montanhas, algumas com neve nos cumes, conseguimos ver os vales bem verdes, os animais soltos a pastar e hoje o sol apareceu e tornou tudo ainda melhor. 
Amanhã será um dia muito complicado, uma vez que vamos atacar a subida dos hospitais, um local que em 2012 estava coberto de neve, mas que este ano deverá ter sol, muito sol!
Até amanhã!

Sem comentários:

Enviar um comentário